Espiritismo na Prática

Divulgando o Evangelho de Jesus

SÉRIE OBSESSÃO IV - Sintomas de Auto Obsessão

SÉRIE OBSESSÃO IV - Sintomas de Auto Obsessão

Autor: Jeferson Souza      Publicação: 29/12/2016 17:31      Views: 2993      Comentários: 0 

Você sabe o que é uma auto obsessão? Conhece os sintomas deste tipo de obsessão? Sabe como fazer para não ser alvo de obsessão?

A obsessão é como uma porta que pode ser aberta, mas diferente das portas de nossas casas que podem ser abertas por dentro e por fora, neste caso, só pode ser aberta por dentro, e somente você abri-la.

É muito comum culparmos os Espíritos por problemas que aparecem em nossas vidas, um café que é derramado sobre a mesa manchando a toalha nova que compramos, um chefe problemático que nos xinga todos os dias ou pessoas fofoqueiras que falam mal da gente. Em outras palavras tudo de ruim acontece conosco, e enfatizo somente conosco.

Se analisarmos no contexto de nosso próprio íntimo verificaremos que o problema de tudo isso começa em nós mesmos pelo diagnóstico da auto obsessão.

A auto obsessão consiste em você ser o seu próprio obsessor, estranho não? Você mesmo cria circunstâncias e parâmetros para culpar os Espíritos ou encarnados que não estão presentes diante da situação.

É comum muitas vezes, criarmos situações onde não há presença de Espíritos e culpá-los por ter acordado de mal humor ou por ter batido o carro enquanto olhávamos as pernas de uma mulher na calçada.

Quantas vezes estamos irritados arruinamos o nosso dia, ou mal humorados desequilibramos o ambiente familiar ou profissional. Para externarmos os nossos sentimentos e emoções não precisamos nem de encarnados e nem de Espíritos, somos auto-suficientes nisso.

Acontecem situações em que não existe nenhuma obsessão espiritual consolidada em uma determinada pessoa, mas ela por ser tão mal humorada e tão pessimista que ela não precisa de obsessor, pois ela mesma faz o papel de obsessora e vítima.

Quando nos depreciamos em emoções e sentimentos, ninguém quer ficar perto de nós, pois nós os afastamos com pensamentos, ações, atitudes e palavras , e ao mesmo tempo nos sentimos vítimas, por que ninguém nos entende ou não quer nos ajudar.

Se você vai fechar um negócio de sua empresa e pensa: "Não sei se vou fechar negócio com esse cara, acho que ele vai me roubar  ou vai estragar a minha empresa, não vai dar certo isso".

A nossa depreciação e o pessimismo faz com que as coisas não andem no caminho correto da vida e facilitamos para que tudo de ruim aconteça conosco, pois nós os criamos.

Se algo bate em nossa porta, e ao abrir a porta, vemos que não tem ninguém lá fora que possa ter batido na porta ou apertado a campainha, logo vamos ficar impressionados, rezaremos para todos os santos e bateremos na madeira três vezes, é acreditamos que algo de ruim está pra  acontecer, e você começa a fixar essa ideia em sua mente de tal forma que você com a força do seu pensamento você constrói uma situação real para que o mesmo ocorra e com isso nós consigamos nos auto-afirmar.

Como dissemos no início desta matéria, a auto obsessão não necessita de Espíritos, nós somos os próprios obsessores, mas a auto obsessão é uma porta de entrada para a obsessão de encarnados ou desencarnados.

Devemos buscar nos conhecer melhor, realizar um trabalho de interiorização espiritual para equilibrar as nossas energias e pensamentos, aprender a ser mais positivista e deixarmos de reclamar de tudo ou ser empecilho na nossa própria vida.

Somente desta forma que conseguiremos sair do vício do vitimismo obsessivo, que é a auto obsessão e começarmos a viver a vida em paz e com equilíbrio.

 

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para SÉRIE OBSESSÃO IV - Sintomas de Auto Obsessão

Enviando Comentário Fechar :/