Espiritismo na Prática

Divulgando o Evangelho de Jesus

Série: A Doutrina do Amor – PARTE I

Série: A Doutrina do Amor – PARTE I

Autor: Jeferson Souza      Publicação: 22/05/2016 16:05      Views: 614      Comentários: 1 

Nesta nova série iremos abordar vários temas como: traição, ciúmes, sexo, relacionamentos, caridade, separação, família, entre outros e, tentaremos buscar a essência da palavra AMOR, cujo significado é muito maior do que podemos imaginar se baseando nas lições do Mestre Jesus.

Há dois mil anos, Jesus nos ensina durante os três anos relatados na bíblia canônica, a virtude mais sublime e que rege todas as coisas no Universo: o Amor. Vamos tentar compreender nesta série o significado do AMOR abordando vários temas específicos.

Muitas pessoas compreendem o ato de AMAR, como sendo um sentimento muito limítrofe, por que não é um Amor que liberta a criatura das algemas da ignorância espiritual e imperfeição moral.

Há em muitos casos onde o Amor está sendo tratado pelas pessoas num sentido unicamente de relacionamentos prazerosos entre duas pessoas que se buscam com os propósitos comuns e se afinizam entre si.

Onde a posse e o egoísmo são exercitados com exageros, onde o descaso e indiferença são alimentados dentro dos lares destas pessoas diariamente, pois se esquecem de que os propósitos fundamentais de ambos deveriam ser a compartilhamento do Bem que possam doar ao outro, bem como a felicidade que desejam construir nas bases da fraternidade, da compreensão e do Amor Incondicional.

Seria muito interessante ver casais partilhando de alguns momentos juntos, abrindo mão de seus gostos pessoais para proporcionar e compartilhar a felicidade do outro, como por exemplo, se o homem não gosta de ir ao parque no domingo, porém a sua esposa aprecia esta conexão com a natureza, que ele possa abrir um espaço em sua agenda para convidá-la ao passeio ao parque. Que se a esposa não gosta de ir ao cinema, e o seu marido gosta, que ela possa, de vez em quando, participar desta apreciação do seu marido.

É comum percebermos discussões ou brigas dentro dos relacionamentos, isso ocorre por falta de entendimento do que é AMAR, por que essas atitudes são sempre fundamentadas no egoísmo, na vaidade e no orgulho.

Se você ama o seu companheiro, participe da vida e das escolhas dele, assim como ele deve participar dos seus, pois uma relação a dois é mais do que sexo, porque o sexo é apenas um momento de prazer e de carinho, que dura pouco tempo, porém é muito mais prazeroso compartilhar os momentos em que vocês podem passar juntos porque esses momentos são intensos e sublimes.

Se seu companheiro anda irritado ou impaciente por causa do trabalho, compreenda-o, se ele for grosseiro com você, compreenda que não vale a pena dar lição de moral e nem brigar com ele, porque esta dificuldade profissional é passageira, sabendo disso não vale a pena responder com impaciência a grosseria dele porque lá na frente essa discussão não fará o menor sentido, então, é necessário entendermos que somos companheiros nos bons e nos maus momentos.

Com esta introdução ao tema, precisamos refletir, que os melhores momentos de nossas vidas se constroem nas pequenas atitudes e ações, que para nós talvez seja insignificante, mas para o companheiro seja importante.

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para Série: A Doutrina do Amor – PARTE I

Já temos 2 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Ana Cristina Gonçalves

Ana Cristina Gonçalves

Amei a escolha desse tema quero participar de todos, parabéns muito útil mesmo entendermos o amor de uma forma tão linda!!!!!
★★★★★DIA 03.12.16 13h54RESPONDER
Jeferson Souza
Enviando Comentário Fechar :/
Jeferson Souza

Jeferson Souza

Olá Ana Cristina Gonçalves, tudo bem? Agradecemos o seu carinho e o seu comentário generoso.
Que Deus e Jesus lhe abençoe hoje e sempre!

Muita paz!
★★★★★DIA 07.12.16 03h42RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/