Espiritismo na Prática

Divulgando o Evangelho de Jesus

Evangelho no Lar

Evangelho no Lar

Autor: Jeferson Souza      Publicação: 02/08/2019 15:10      Views: 601      Comentários: 0 

Neste artigo iremos comentar sobre a importância da realização do Evangelho no Lar, seja em família ou sozinho.

O Evangelho no Lar é uma prática familiar com a finalidade de esclarecimentos para os encarnados e desencarnados baseada na leitura da obra básica “O Evangelho Segundo o Espiritismo”. É um estudo de capítulo por capítulo, na sequência ou que pode ser aberto ao “acaso”.

A prática constante do Evangelho no Lar traz muitos benefícios para o seu lar e para os envolvidos da mesma, auxiliando na proteção da casa e também no equilíbrio daqueles que dele participam, além de levar esclarecimentos aos Espíritos que ali estejam presentes e que podem se beneficiar desta reunião familiar.

Deve ser dedicado um ou mais dias da semana e definir horário para a reunião no lar, porém, durante a realização do Evangelho no Lar, Espíritos amigos vêm lhe ajudar e com isso Ele estará dedicando-se a vir naquele dia e horário da semana que você estipulou, por isso é muito importante seguir com disciplina de horários e dias, pois os Espíritos estão dispostos a nos ajudar, mas não podem estar ao nosso auxílio a qualquer hora, pois Eles tem compromissos, e se reservam a estar presentes nos dias e horários que você estipulou.

A realização do Evangelho No lar deve durante entre 10 a 20 minutos no máximo, e segue-se as seguintes etapas: Prece Inicial – Leitura do Evangelho – Comentários sobre o Evangelho - Vibrações – Prece Final.

Prece Inicial – Basicamente é realizada uma prece pedindo auxílio do plano espiritual para a realização do Evangelho no Lar, para que os Bons Espíritos venham em auxílio da reunião e que lhes dêem proteção contra ideias erradas, que possam vir auxiliar a todos os Espíritos desencarnados e encarnados que ali estejam. Porém, como o Evangelho no Lar é uma reunião familiar e particular, na prece inicial você pode realizá-la da forma que lhe for própria.

Leitura do Evangelho – Normalmente é indicado que se inicie a leitura do Evangelho da Introdução até o capítulo 27, e que seja uma leitura sequencial, pode ser a cada três parágrafos ou mais, tudo depende da disposição de quem está fazendo a leitura. A leitura deve ser com calma e clara, em voz alta(não é gritando) para que os Espíritos desencarnados que ali estejam também possam ouvir.

Comentários sobre o Evangelho – Deve ser realizado um breve comentário sobre o que você entendeu sobre a leitura realizada, neste comentário, é desnecessário ficar apontando ou identificando erros ou ações de pessoas, se achar necessário aponte apenas os seus.

Vibrações – Neste momento faça uma prece por um familiar doente, ou por um grupo de pessoas, ou por uma nacionalidade. Este é o momento em que você dedica a prece a alguém ou um grupo de pessoas, pode ser de sua família ou não.

Prece Final – Findada as vibrações, o Evangelho no Lar é encerrado com a prece final, agradecendo a presença dos Espíritos amigos, e as lições que aprenderam naquele dia, e também pode ser comentada na prece final qualquer outra palavra que achar necessário, realizar o Pai Nosso, prece de Cáritas, enfim, é uma mensagem sua para com Deus.

É muito importante que no Evangelho no Lar estejam reunidos todos os familiares e amigos que desejarem voluntariamente participar, por isso os horários e os dias devem ser definidos de forma que todos possam estar presentes naquele momento.

Cada etapa do Evangelho deve ser realizada por pessoas diferentes, onde que todos possam participar, e assim vão se revezando na prática, caso você esteja fazendo sozinho deve seguir todas as etapas sendo realizadas em voz alta.

Caso você more em uma casa onde todos não aceitam a prática do Evangelho no Lar, pode então, neste caso, ser realizado em seu quarto, antes de dormir ou após os moradores do lar não estiverem mais presentes no local ou dormindo, para que você possa realizá-lo sem ter problemas com eles, dessa maneira, não sofrendo com os pensamentos e ideias de repúdio ou raiva que pode atrapalhar você durante a prática.

Você pode estar pensando, mas ninguém quer fazer comigo, devo fazer sozinho? É fundamental que realize sozinho, quando não há aprovação dos outros, pois o Evangelho no Lar, estará te auxiliando, ajudando quem mora com você e também todos os Espíritos que por ventura estejam presentes ai em seu lar.

Muitos Espíritos inferiores são beneficiados pela pratica do Evangelho no Lar, pois ao ouvirem o esclarecimento da mesma, mais cedo ou mais tarde, são auxiliados por Espíritos amigos que os recolhem até as colônias ou outros lugares de apoio espiritual. O Evangelho no Lar é uma forma de você ajudar no resgate de Espíritos.

É muito importante que durante a realização do Evangelho no Lar não haja manifestação espiritual, pois este não é o intuito desta reunião, que foi instituída para a realização familiar, do lar, e não para a prática da mediunidade.

Outra consideração importante é que pelo menos uma hora antes e após a realização da reunião evite todo tipo de energia negativa possível: pensamentos, ações, televisão, internet, etc. tudo que traga energia ruim para o seu lar, pois assim como nas reuniões mediúnicas requer um preparo que antecede a mesma por parte dos médiuns, devemos cumprir o mesmo rigor para as reuniões em família.

E finalizamos dizendo que se você têm filhos pequenos, e se estas forem muito ativas ou agitadas, talvez tenha que se dedicar a prática do Evangelho em horários em que elas estejam dormindo ou que não possam estar distraindo você. É essencial que crie um horário e dia dedicado ao Evangelho no Lar com elas, onde você pode realizar a reunião com elas através de livros espíritas para crianças.

Caso pessoas de outra religião queiram participar e não queiram ler “O Evangelho Segundo o Espiritismo” faça a leitura do Evangelho você e depois convide-a a ler uma passagem ou pequeno trecho de seu livro sagrado e fazer o comentário ou você faz o comentário do que entendeu, uma vez que, todas as obras sagradas de todas as religiões se complementam e têm similaridades, não há nada de errado em deixar um familiar judeu ler o Antigo Testamento, ou um muçulmano ler o Alcorão, um budista ler Tripitaka, etc... não há problema nenhum, todos amam a Deus e querem até Ele chegar, é melhor tê-los participando do que se sentirem excluídos e ficarem tristes, chateados ou achar que Espiritismo é exclusivos aos espíritas, mas lembre-se deve-se manter o respeito e a boa vibração, se houver embates ou discordâncias, o melhor é fazer sozinho.

Se você gostou do nosso artigo, deixe o seu comentário e compartilhe nossas mensagens com seus amigos, é muito bom poder ler o seu comentário e saber que podemos alcançar mais pessoas. Compartilhe o Bem para o seu próximo.

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para Evangelho no Lar

Enviando Comentário Fechar :/