Espiritismo na Prática

Divulgando o Evangelho de Jesus

Como o Perispírito é Formado.

Como o Perispírito é Formado.

Autor: Jeferson Souza      Publicação: 11/06/2018 15:05      Views: 210      Comentários: 0 

Como são constituídos os nossos corpos perispirituais e qual é a influência dos mundos habitados na formação do perispírito.

O perispírito é um corpo fluídico constituído de matéria mais sutil que vibra em uma frequência diferente a do corpo físico, por isso não enxergarmos o perispírito, mas que ambas surgem da condensação do fluído cósmico universal.

"O perispírito, ou corpo fluídico dos Espíritos, é um dos mais importantes produtos do fluido cósmico; é uma condensação desse fluido em torno de um foco de inteligência ou alma. Já vimos que também o corpo carnal tem seu princípio de origem nesse mesmo fluido condensado e transformado em matéria tangível. No perispírito, a transformação molecular se opera diferentemente, porquanto o fluido conserva a sua imponderabilidade e suas qualidades etéreas. O corpo perispirítico e o corpo carnal têm pois origem no mesmo elemento primitivo; ambos são matéria, ainda que em dois estados diferentes. - A Gênese, Cap. 14 - Formação e propriedades do perispírito: Item 7"

A forma que o corpo perispiritual possui é decorrente dos fluídos que envolvem o mundo em que o Espírito esteja habitando ou que vá habitar, portanto, o Espírito que deseja encarnar em outro mundo deve estar ambientado com as vibrações e envolvido com elementos e dos fluídos daquele mundo.

O mesmo processo ocorre quando o Espírito superior que deseja apresentar-se diante de Espíritos errantes que habitem um mundo inferior, pois, desta maneira, este Espírito superior poderá fazer-se visível aos olhos dos irmãos mais inferiores.

"Do meio onde se encontra é que o Espírito extrai o seu perispírito, isto é, esse envoltório ele o forma dos fluidos ambientes. Resulta daí que os elementos constitutivos do perispírito naturalmente variam, conforme os mundos. Dando-se Júpiter como orbe muito adiantado
em comparação com a Terra, como um orbe onde a vida corpórea não apresenta a materialidade da nossa, os envoltórios perispirituais hão de ser lá de natureza muito mais quintessenciada do que aqui. Ora, assim como não poderíamos existir naquele mundo com o nosso corpo carnal, também os nossos Espíritos não poderiam nele penetrar com o perispírito terrestre que os reveste. Emigrando da Terra, o Espírito deixa aí o seu invólucro fluídico e toma outro apropriado ao mundo onde vai habitar. - A Gênese, Cap. 14 - Formação e propriedades do perispírito: Item 8"

Os Espíritos que habitam a Terra, por exemplo, não podem carregar consigo os fluídos que constituem o seu perispírito na Terra, até um mundo mais elevado porque estes fluídos são mais densos e vibram em uma frequência incompátivel com este novo mundo, no entanto, para habitar neste mundo superior precisará se possuidor de condições morais e evolutivas para que possa se envolver dos fluídos existentes do planeta e assim apresentar-se e habitá-lo.

Isso explicaria um dos motivos pelo qual estamos, de certa forma, presos ao planeta Terra, e que não conseguiremos reencarnar em planetas de evolução superior, pois não possuímos condições essenciais em nosso Espírito para agregar fluídos em nosso corpo perispiritual.

"A natureza do envoltório fluídico está sempre em relação com o grau de adiantamento moral do Espírito. Os Espíritos inferiores não podem mudar de envoltório a seu bel-prazer, pelo que não podem passar, à vontade, de um mundo para outro. Alguns há, portanto, cujo envoltório fluídico, se bem que etéreo e imponderável com relação à matéria tangível, ainda é por demais pesado, se assim nos podemos exprimir, com relação ao mundo espiritual, para não permitir que eles saiam do meio que lhes é próprio. Nessa categoria se devem incluir aqueles cujo perispírito é tão grosseiro, que eles o confundem com o corpo carnal, razão por que continuam a crer-se vivos. Esses Espíritos, cujo número é avultado, permanecem na superfície da Terra, como os encarnados, julgando-se entregues às suas ocupações terrenas. Outros um pouco mais desmaterializados não o são, contudo, suficientemente, para se elevarem acima das regiões terrestres.  A Gênese, Cap. 14 - Formação e propriedades do perispírito: Item 9"

A forma que o perispírito se constituirá dependerá muito do ambiente em que o Espírito se encontra, na Terra por exemplo, o nosso corpo fluídico sofre várias influências, tanto de moléculas existentes em nosso mundo como das vibrações que circundam o globo terrestre, não devemos nos esquecer que a influência moral do Espírito também é outro princípio fundamental na constituição do perispírito.

Como habitamos um mundo de provas e expiações, é natural que a vibração dos habitantes do planeta Terra não seja sublime, portanto, a constituição do perispírito e do corpo físico são mais densos do que em outros mundos de mesma categoria.

"A camada de fluidos espirituais que cerca a Terra se pode comparar às camadas inferiores da atmosfera, mais pesadas, mais compactas, menos puras, do que as camadas superiores. Não são homogêneos esses fluidos; são uma mistura de moléculas de diversas qualidades, entre as quais necessariamente se encontram as moléculas elementares que lhes formam a base, porém, mais ou menos alteradas. Os efeitos que esses fluidos produzem estarão na razão da soma das partes puras que eles encerram... A Gênese, Cap. 14 - Formação e propriedades do perispírito: Item 10"

A constituição íntima dos corpos perispirituais daqueles que habitam a Terra, e que nela reencarnam, animam a vibração dos fluídos de forma diferente: uns são mais densos, outros menos densas, mas que segue o padrão ou faixa vibratória que constituí a dos elementos existentes na Terra, porém, o mesmo não ocorre no corpo físico, que é o mesmo para todos os reencarnados.

"Resulta disso este fato capital: a constituição íntima do perispírito não é idêntica em todos os Espíritos encarnados ou desencarnados que povoam a Terra ou o espaço que a circunda. O mesmo já não se dá com o corpo carnal, que, como foi demonstrado, se forma dos mesmos elementos, qualquer que seja a superioridade ou a inferioridade do Espírito. Por isso, em todos, são os mesmos os efeitos que o corpo produz, semelhantes as necessidades, ao passo que diferem em tudo o que respeita ao perispírito.

Também resulta que: o envoltório perispirítico de um Espírito se modifica com o progresso moral que este realiza em cada encarnação, embora ele encarne no mesmo meio; que os Espíritos superiores, encarnando excepcionalmente, em missão, num mundo inferior, têm perispírito menos grosseiro do que o dos indígenas desse mundo.

A Gênese, Cap. 14 - Formação e propriedades do perispírito: Item 10"

Dessa forma, compreendemos que o nosso perispírito é apropriado ao nosso mundo e que se quisermos habitar outro mundo, além de nos elevarmos moralmente, precisamos estar ambientado com os fluídos deste novo mundo, e compatível com a vibração deste.

"Pergunta 94 – De onde o Espírito toma o seu invólucro semi-material?
– Do fluido universal de cada globo. Por isso, ele não é o mesmo em todos os mundos. Passando de um mundo para outro, o Espírito troca seu envoltório, como mudais de roupa. O Livro dos Espíritos - LIVRO II – CAPÍTULO I, O Perispírito"

Recomendamos que assista estes vídeos:

Perispírito - Haroldo Dutra Dias


 

Palestra Espírita: Zalmino Zimmermann: O Perispírito

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para Como o Perispírito é Formado.

Enviando Comentário Fechar :/